Curriculo Artístico

Nascido na capital paulista dos anos 50, de família carioca, iniciou seus estudos como autodidata, ao violão, aos 12 anos. Em 1975 ingressou no CLAM, escola do Zimbo Trio, onde estudou piano popular, harmonia e improvisação. No mesmo ano entrou na Faculdade de Artes Alcântara Machado onde cursou flauta, composição e regência vindo a graduar-se como Bacharel em Música em 1981. Flautista, compositor, arranjador, pesquisador, cronista, poeta, ilustrador, produtor musical criou trilhas, jingles e vinhetas para rádio, TV, vídeo e cinema. Transita em suas composições por várias formações do popular ao erudito tendo sido com elas premiado em vários festivais: Avaré 200l; MPB Londrina 2000; Londrina 2001; Avaré 2002; Havana, Cuba, 2002, no Prêmio Sgae de Jazz Latino. Em 1981, levado pelas mãos do maestro João Carlos Martins, começou a lecionar flauta no Conservatório de Tatuí.  Em 1984, ano em que fixou moradia na Cidade da Música, criou a Orquestra de Câmera do Conservatório a qual regeu até 1986. Ainda em 84 criou o Circuito Cultural, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura, que veio a transformar-se nas Oficinas Culturais. Também neste período teve a satisfação de trabalhar ao lado de Koelreutter na realização de uma nova pedagogia musical para o país. Em 1989, foi um dos criadores do Curso de MPB e Jazz, do qual foi coordenador de 1993 a 2008, curso pioneiro na estruturação pedagógica da MPB. Em 1992 criou a Cambanda Jazz Combo e em 1998 gravou seu 1º CD, Rumo Norte. Em 1999 montou a Banda Curare, em 2002 gravou programa especial para o Jazz & Cia, na TV Cultura com ela e em 2003 com a Banda Brasil Instrumental com a obra de Moacir Santos. Continuou os resgates com Dori Caymmi em 2004, com a participação dele, Tom Jobim Instrumental 2005, Radamés Gnattali 2006, Maestro Branco 2007, com regência dele. Em 2008, iniciou a recuperação de 39 arranjos inéditos de Pixinguinha gravados ao vivo na rádio Tupy nos anos 40, apresentando as primeiras 14 músicas com formação original com a Banda Brasil Instrumental e adaptações com a Cambanda & Cordas em pequena turnê pelo estado de São Paulo com o show “Pixinga, o Arranjador”. Junto com Paulo Braga é idealizador e organizador do Festival Brasil Instrumental (www.brasilinstrumental.com), agora itinerante, tendo sido realizado nas três últimas versões com a Unicamp através do IA. Em 2009 criou a ONG Brasil Cultural com a qual vem desenvolvendo e apoiando projetos culturais. Como pesquisador em 2004 foi contemplado, entre mais de 4 mil concorrentes, com seu projeto “Benê, O Flautista!”, pelo Programa Petrobrás Cultural, projeto que resgata a obra do grande flautista Benedito Lacerda. O primeiro de 3 volumes Benê, O Flautista, foi lançado em 2007 com grandes elogios da crítica nacional e internacional, também pelo seu trabalho de desenhista e ilustrador até então desconhecido; “...Jornal do Brasil - .“Será o Benedito?!?” pede mais, muito mais. Que venham então as outras caixas; O Globo - Um projeto musicalmente exemplar, o adjetivo aqui usado em seu sentido mais literal...; Folha de São Paulo - Caderno + Benê, o flautista 10 + da semana; Diário do Pará - Ouvir a flauta de Benê, o sax de Pixinguinha e as vozes então jovens de Orlando Silva e Sílvio Caldas é algo para se festejar bastante; Revista Veja - Veja Recomenda ...Obra era praticamente inédita em disco! Agora a falha está sendo reparada....; Folha de São Paulo Ilustrada - Projeto exalta a música e o caráter de Benedito Lacerda..... “. Vem se apresentando, como idealizador do projeto de incentivo e revitalização de grupos musicais no interior, através de técnicas de arranjo e composição “in loco”, em festivais e oficinas, bem como com a divulgação da obra de Benedito Lacerda em shows, palestras, workshops e exposições. Desde 2011 mantém duo de flauta e piano com o renomado Laércio de Freitas. Gravou em 2013 em parceria com o guitarrista e compositor Lupa Santiago o CD Lupa Santiago, Paulo Flores e Jazz Combo de Tatuí. Em 2014 participou do CD Benção de Sizão Machado como flautista e compositor. Desde 2014 em parceria com a artista plástica Elisa Lobo vem realizando o projeto Janelas Contemporâneas, Arte e Inclusão Social que soma artes plásticas e música em escolas, asilos, teatros, etc.  Como cronista escreveu para jornais e revistas. Criou as ilustrações do livro de poemas “A Libido de Érato” do poeta Joãozinho Gomes de Macapá e conclui, como escritor, seu primeiro livro de poesias Noitários, Poemas Noturnos. Também em 2014 teve seu quadro Frevo1, em uma exposição coletiva do MAC de Pernambuco, passando a fazer parte de seu acervo. Em 2017 foi convidado a dirigir a EMMO onde criou a Orquestra Sinfônica Experimental, que em 1 ano tornou-se referência na região. Também em 2017 realizou o Circuito Brasil Instrumental 2017, através do ProAC, em 6 municípios dando oportunidade e valorizando grandes formações, Orquestras, Bandas Marciais e Big Bands. Mantém a ONG Brasil Cultural para ações culturais filantrópicas desde 2009.

 

CDs, DVDs, Documentários

 

1999 Rumo Norte – Paulo Flores e Cambanda Jazz Combo-Tratore

2007 Benê, O Flautista – boxset 4cds e libreto de 90 pags-Tratore

2009 DVD Será o Benedito – Cambanda Jazz Combo

2010 DVD Pixinga, O Arranjador – Banda Brasil Instrumental

2011 Documentário a Linha do Tempo de Benedito Lacerda

2013 CD Lupa Santiago, Paulo Flores e Jazz Combo de Tatuí–Tratore

2014 CD Benção de Sizão Machado – participação como flautista e compositor da música Alma Negrita – Tratore

 

Prêmios

 

2000 Londrina melhor composição

2001 Festival de música- 2º Brasil Instrumental - Petrobras

2001 Londrina melhor composição

2001 Avaré melhor composição

2002 Avaré melhor arranjo

2002 Havana Cuba melhor composição

2004 Benê o flautista – projeto - PPC Petrobras

2007 Festival de música – I Espaço Cooperativa - ProAC

2008 Festival de música - II Espaço Cooperativa -ProAC

2010 Festival de música IX Brasil Instrumental – ProAC

2011 Festival de Música – Brasil Instrumental – MinC

2011 Projeto - Edmundo Vilani – Opus 80 – PPC - Petrobras

2011 Título Cidadão Tatuiano por ações culturais

2011 Duo Paulo Flores e Laércio de Freitas –ProAc

2012 X Festival Brasil Instrumental SP - ProAC

2013 XI Festival Brasil Instrumental SP – ProAC

2014 Janelas Contemporâneas – Arte e Inclusão Social – MinC

2016 Circuito Brasil Instrumental 2017 – ProAC

2017 Análise e Improvisação Online - ProAC

 

Exposições Individuais

 

55 ilustrações em lápis de cor sobre papel 210X297 - Projeto Benê, O Flautista

2007 Tatuí SP– Foyer do Teatro Procópio Ferreira

2007 Porto Feliz SP– Chorando Porto

2008 Americana SP– Teatro Municipal

2008 São Carlos SP- Chorado sem parar – espaço 7

2008 Macaé RJ– Teatro Municipal

2009 Ourinhos SP – Escola Municipal de Artes

2012 São Carlos SP– Chorando sem parar – Espaço 7

2015 Centro de Cultura de Tatuí

2015 FATEC – Tatuí

2017 SESI - Ourinhos

2017 Centro Cultural - Ourinhos

 

Exposições Coletivas

 

2014 Olinda PE - Museu de Arte Contemporânea

 

 

HISTÓRICO DE AÇÕES CULTURAIS

 

 

Festival Brasil Instrumental, Mostra Brasil Instrumental, Festival Espaço Cooperativa, Projeto Benê, O Flautista, Oficina Documentário Benê, Exposição Temática Benê, Projeto Pixinga, O Arranjador, Banda Brasil Instrumental, Banda Curare,  Jazz Combo, Oficinas de Resgate de Bandas no Interior, Projeto Janelas Contemporâneas, Arte e Inclusão Social, Orquestra Sinfônica Experimental, entre outros.

 

1984 – Criação Orquestra de Câmera de Tatuí; Circuito Cultural – SEC e Conservatório de Tatuí

1986 – Estúdio de Produção Fonográfica

1990 – Criação do Curso de MPB e JAZZ Tatuí

1992 – Criação da Cambanda Jazz Combo

1999 – Criação da Banda Curare

2000 - I Festival MPB Instrumental-Tatuí-20 shows e 40 workshops

2001 - Criação do site www.brasilinstrumental.com

2002 - II Festival MPB-Brasil Instrumental-Tatuí-20 shows e 40 workshops;(10 Shows TV Cultura-Jazz e Cia);

2003 - III Brasil Instrumental 8 shows e 20 Workshops; I Mostra Brasil Instrumental; Banda Brasil Instrumental resgata Moacir Santos (Show TV Cultura);

2004 - IV Brasil Instrumental, II Mostra Brasil Instrumental; Banda Brasil Instrumental e Dori Caymmi; Lançamento do CD I Mostra; Projeto Benê, O Flauitsta selecionado no PPC - Programa Petrobrás Cultural

2005 - V Brasil Instrumental III Mostra Brasil Instrumental; Banda Brasil Instrumental resgata Radamés Gnattali; Lançamento CD II Mostra.

2006 - VI Brasil Instrumental; IV Mostra BI; BBI resgata Jobim Instrumental; Lançamento CD III Mostra BI;

2007 - VII Brasil Instrumental, V Mostra BI; BBI e Mto Branco; Lançamento CD IV

Mostra BI; Lançamento Projeto Benê, O Flautista; Início das exposições temáticas,

workshops e shows do Projeto Benê (Presidente Epitácio, Tatuí, Americana, Porto Feliz,); I Festival Espaço Cooperativa - Tatuí

2008 - VIII Brasil Instrumental (editais nacionais); VI Mostra BI; Banda BBI resgata

Pixinga, O Arranjador; Lançamento CD V Mostra BI; Exposições, Shows, Workshops Benê (São Carlos, Ourinhos, Macaé) II Festival Espaço Cooperativa Tatuí - circuito Pixinga o Arranjador (Tatuí, Chavantes, Botucatu, Marília)

2009 - Workshop, Show e Expo Benê Araraquara; Oficina Bandas (Ourinhos); Circuito Pequena História da MPB (Tatuí, Serra Negra, ,Botucatu, Ourinhos, Presidente Prudente, Lençóis Paulista, Mogi Mirim, ,Estiva Gerbi, São Paulo, Campinas); IX Brasil Instrumental selecionado no ProAC Festivais.

2010 Gravação DVD Pixinga, o Arranjador, IX Festival Brasil Instrumental – Unicamp – Campinas de 25/07 a 01/08 - PPC 2010 projeto Edmundo Villani Cortes, Opus 80.

2011 – Oficina de Composição e Arranjo Prático – XI Festival de Música de Ourinhos

2011 ~ Duo Paulo Flores e Laércio de Freitas – ProAc Circulação

2012 – ProAC Festivais de Artes X Brasil Instrumental; Oficina de Composição e Arranjo Prático – XII Festival de Música de Ourinhos

2012 - Exposição Temática e Shows Duo Paulo Flores e Laércio de Freitas -São Carlos SP– Chorando sem Parar – Espaço 7

2013 - ProAC Festivais de Artes XI Brasil Instrumental

2014/15 – Pronac 148849 – Janelas Contemporâneas – MAC Pernambuco/Tatuí SP

2015 - Exposição Temática e Rodas de Choro - Centro de Cultura de Tatuí

2015 - Exposição Temática e Rodas de Choro FATEC – Tatuí

2017 - Exposição Temática e Rodas de Choro SESI - Ourinhos

2017 - Exposição Temática e Rodas de Choro Centro Cultural -Ourinhos

2016 - ProAC Festivais de Arte Circuito Brasil Instrumental 2017

2017 – Criação da Orquestra Experimental de Ourinhos – Regente Titular – Arranjador

2017 – Criação do Jazz Combo de Ourinhos – Flautista e Arranjador

2017 – Criação do Grupo de Choro de Ourinhos – Flautista e Arranjador

2017 – ProAC Publicação de Conteúdo Cultural – Análise e Improvisação Online

Trabalhos e Projetos